Close

Política da Qualidade e ISO 9001

Para desenvolver produtos ou serviços de qualquer natureza, uma palavra não pode faltar no planejamento: qualidade.

Compartilhe este artigo

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Você também pode ouvir este artigo no player acima.

Política da Qualidade – Conceito e Difusão

Para desenvolver produtos ou serviços de qualquer natureza, uma palavra não pode faltar no planejamento: qualidade.

Um dos primeiros passos do empresário que busca reconhecimento pela qualidade é o desenvolvimento de uma Política de Qualidade, que consiste em um conjunto de regras internas para melhoria de processos e, consequentemente, para aumento da qualidade do produto ou serviço final.

Uma das políticas de qualidade mais conhecidas e adotadas por empresas do mundo todo é a ISO (do inglês: international organization of standardization), que consiste em um sistema de gestão que visa melhorar processos, trazer mais agilidade no desenvolvimento dos produtos e, assim, satisfazer clientes e outros públicos de interesse.

A função da Política de Qualidade

A Política de Qualidade é a diretriz que coordena o modus operandi de uma empresa quanto à fabricação dos seus produtos e a qualidade que almeja. Cabe aqui uma reflexão sobre o que sua empresa entende por qualidade e o que o cliente espera.

A definição de regras viabiliza a mensuração dos resultados e respalda decisões referentes à qualidade, tanto para processos de fabricação quanto para novos projetos.

Mais do que um simples documento, a Política de Qualidade demonstra o quão eficiente é a empresa e está diretamente ligada à qualidade dos seus produtos e serviços.

Responsabilidade

A Política de Qualidade é considerada uma atribuição dos cargos de direção, responsáveis por estabelecer documentalmente os objetivos e as orientações para alcançá-los.

Como descreve o Item 5.2.1 da ISO 9001:

A Alta Direção deve estabelecer, implementar e manter uma política da qualidade que:

  • a) seja apropriada ao propósito e ao contexto da organização e apoie seu direcionamento estratégico;
  • b) proveja uma estrutura para o estabelecimento dos objetivos da qualidade;
  • c) inclua um comprometimento em satisfazer requisitos aplicáveis;
  • d) inclua um comprometimento com a melhoria contínua do sistema de gestão da qualidade.

E qual sua importância?

Podemos colocar a Política de Qualidade como um dos pilares que compõem o planejamento estratégico de uma empresa, ao lado da sua Cultura Organizacional, composta pela Missão, Visão e Valores.

Ressalta-se que a Política de Qualidade não deve ser um mero documento de fundo de gaveta, mas algo implementado – de fato – nos processos desenvolvidos.

Reforçar as diretrizes de qualidade torna os resultados muito mais visíveis para ambas as partes, empresa e clientes, ao mesmo tempo que engaja os colaboradores.

Seguindo os princípios da ISO 9001

A ISO 9001 é uma norma certificadora de sistemas de gestão de qualidade que visa padronizar um modelo de gestão eficaz. A implantação de um sistema reconhecido como a ISO confere ao produto ou serviço uma aprovação quanto à sua integridade e consistência de fabricação, garantindo assim a credibilidade da empresa.

A recomendação é que, independentemente do setor em que sua empresa atua, você siga os direcionamentos da ISO 9001. São procedimentos importantes que fazem a diferença e melhoram o seu processo produtivo.

Adequar-se à norma e obter a Certificação ISO coloca a empresa em outro patamar de excelência produtiva.

Pode o empresário iniciar a sua Política de Qualidade ponderando sobre os princípios elementares da norma. São eles:

  1. Foco no Cliente: todos os setores da empresa devem trabalhar em prol do cliente, contribuindo para a qualidade do produto ou serviço que é oferecido.
  2. Liderança: os gestores e líderes devem organizar os processos e oferecer condições favoráveis para a execução das atividades pelos colaboradores.
  3. Abordagem de Processo: os processos de produção devem ser bem definidos, para resultarem em produtos e serviços de melhor qualidade.
  4. Abordagem Sistêmica para a Gestão: os processos são peças do mesmo sistema e devem ser encarados como tal. A partir da visualização do sistema, é possível avaliar e promover melhorias.
  5. Envolvimento das Pessoas: o engajamento dos colaboradores tem papel fundamental na qualidade dos produtos e serviços desenvolvidos.
  6. Melhoria Contínua: o foco constante na qualidade, buscando sempre superar as expectativas, deve ser prática diária.
  7. Abordagem Factual para Tomada de Decisões: a análise de dados é importante para decisões mais assertivas. Viabiliza, inclusive, a verificação dos desafios e oportunidades da empresa.
  8. Benefícios Mútuos nas Relações com os Fornecedores: o engajamento com parceiros de negócios cria um cenário de oportunidades de melhoria, uma parceria que reflete na qualidade dos produtos.

É necessário que cada um destes princípios seja debatido, explorado e implementado pela direção da empresa, para que se atinjam os objetivos e os resultados apareçam em conjunto com o reconhecimento dos clientes.

Na Dittrich Usinagem, aplicamos uma satisfatória Política de Qualidade para a execução de todos os nossos processos e produtos. Possuímos a Certificação ISO 9001, o que nos coloca no patamar privilegiado das empresas que prezam pela qualidade e pela satisfação dos seus clientes.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe seu comentário

POSTAGENS RECENTES

Metrologia

O estudo das medições, chamado Metrologia, é uma área de estudo que ganha cada vez mais atenção do público e mostra-se indissociável da economia e da indústria.

Leia mais »